12/12/2020 às 20h05min - Atualizada em 12/12/2020 às 20h05min

Por falta de insumos, montadoras paralisam parte da produção

Após a Anfavea alertar que havia risco de paralisação nas fábricas por falta de matéria-prima, unidades da Mercedes-Benz, General Motors e Volkswagen paralisam parcialmente atividades e relatam falta de peças.

A falta de matéria-prima vivenciada pela indústria brasileira começa a ter reflexos na produção de veículos. A unidade da Mercedes-Benz no ABC paulista informou o cancelamento de dois sábados de produção extra que tinham sido convocados para atender à demanda aquecida.

Já na fábrica da General Motors em São José dos Campos - SP, a informação é a de que a produção da picape S10 pode ser interrompida por um ou dois dias nas próximas duas semanas.

“Um dia falta aço, no outro falta pneu, no outro falta longarina (componente do chassis do caminhão)”, avalia o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, à agência Estado. Por causa da falta de peças, a espera por caminhões encomendados à fábrica da Volks em Resende - RJ chega a “meses”, segundo o executivo.

Na Fiat, o mesmo problema. O abastecimento de alguns insumos mostrou instabilidade, tanto de volumes como de prazos nos últimos dias, o que levou a uma diminuição, em “ocasiões pontuais”, no ritmo das linhas de montagem, informou a empresa.

Caos econômico que vive o Brasil levou a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a anunciar no início desta semana que havia risco de paralisação nas fábricas por causa principalmente da falta de aço.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp