08/12/2020 às 11h34min - Atualizada em 08/12/2020 às 11h34min

Os quatro países além do Brasil que planejam usar a vacina CoronaVac contra Covid-19

China já aplica o imunizante em regime emergencial, enquanto Indonésia e Turquia anunciaram que começarão a imunização em dezembro. Chile já tem acordo para a compra de 20 milhões de doses.

O governo de São Paulo anunciou que pretende dar início à imunização contra a Covid-19 em janeiro, quando começará a ser aplicada a vacina CoronaVac no estado.

O imunizante está sendo desenvolvido no Brasil pela chinesa Sinovac, sua fabricante, em parceria com o Instituto Butantan, que é ligado ao governo paulista.

Os testes de eficácia da CoronaVac ainda não foram concluídos, mas a expectativa é que isso ocorra com o braço brasileiro da pesquisa até o próximo dia 15.O governo de São Paulo espera ser possível então pedir o registo à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O acordo com a Sinovac prevê a compra de 46 milhões de doses e a transferência de tecnologia para o Butantan.

A Sinovac diz que atualmente tem capacidade de fabricar 300 milhões de doses por ano.

Mas a empresa anunciou que deve concluir uma segunda unidade de produção até o final de 2020 para aumentar sua capacidade para 600 milhões de doses anuais.

A Sinovac disse que receberá um investimento de US$ 500 milhões (R$ 2,56 bilhões) para impulsionar o desenvolvimento e produção da vacina.

O dinheiro virá do conglomerado chinês Sino Biopharmaceutical Limited, que adquiriu 15% da Sinovac Life Sciences, uma subsidiária da Sinovac.

O acordo foi fechado tendo em vista as negociações para o fornecimento da vacina não só ao Brasil, mas com outros países.

Veja a seguir onde a vacina da Sinovac já está sendo usada ou pode vir a ser aplicada em breve:

  • China: A vacina da Sinovac ainda não foi oficialmente registrada da China, mas já está sendo aplicada, em regime de uso emergencial.
  • Indonésia: O país recebeu no último domingo (6) o primeiro lote da CoronaVac, com 1,2 milhão de doses. A vacina foi testada no país.
  • Turquia: O governo truco anunciou planos de começar a aplicar a CoronaVac em seus cidadãos no final do mês, segundo a agência Associated Press.
  • Chile: O governo chileno anunciou no fim de setembro ter aprovado a realização de estudos no país da CoronaVac, com a participação de 3 mil voluntários. O governo do país fechou ainda um acordo com a Sinovac para o fornecimento de 20 milhões de doses da vacina. O Chile tem 19 milhões de habitantes.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp