26/10/2019 às 12h02min - Atualizada em 26/10/2019 às 12h02min

PSL vai pedir expulsão de mais três deputados

Os três deputados federais Bibo Nunes, Alê Silva e Daniel Silveira são ligados a Jair Bolsonaro. O PSL, presidido por Luciano Bivar, que vive um racha com o ocupante do Planalto, também pediu a expulsão de Eduardo Bolsonaro. Crise interna aumenta.

A ala do PSL ligada ao presidente nacional do partido, Luciano Bivar, prepara pedidos de expulsão de pelo menos mais três deputados federais ligados a Jair Bolsonaro - Bibo Nunes, Alê Silva e Daniel Silveira. Na quinta-feira (24), a Executiva Nacional oficializou um pedido contra Eduardo Bolsonaro, que assumiu a liderança da bancada do PSL na Câmara após uma queda de braço com Delegado Waldir.

Nunes é acusado de desrespeitar o partido nas redes sociais. Desafeto de Bivar, ele passou a pedir a saída do dirigente após perder o comando do diretório da sigla no Rio Grande do Sul.

Daniel Silveira é tratado pelo grupo de Bivar como “traidor” após gravar reunião da bancada em que o então líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, disse que iria “implodir” Bolsonaro.

A deputada Alê Silva, que já fez acusações contra o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sobre o uso de candidaturas laranjas, foi uma das primeiras a sofrer punições desde que a crise do partido começou.

No começo deste mês, Bolsonaro pediu para um apoiador esquecer o partido. A pessoa disse a Bolsonaro ele: “Eu, Bolsonaro e Bivar. Juntos por um novo Recife. Aê!”. O ocupante do Planalto retrucou: “Cara, não divulga isso não. O cara tá queimado para caramba lá. Entendeu? E vai queimar o meu filme também. Esquece cara. Esquece o partido”.

Bivar está envolvido em um esquema de candidaturas laranjas. Ele teria apoiado o repasse de R$ 400 mil em verbas do fundo partidário para uma candidata “laranja” em Pernambuco. Maria de Lourdes Paixão, 68 anos, teria sido a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o País.

O Delegado Waldir é ligado a Bivar e, por consequência, foi destituído da liderança do PSL na Câmara dos Deputados. A deputada Joice Hasselmann não é mais líder do governo no Congresso porque apoiou a permanência de Waldir.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp