24/10/2019 às 13h23min - Atualizada em 24/10/2019 às 13h23min

Quatro empresas são denunciadas por disparos de Fake News no WhatsApp para beneficiar Bolsonaro nas eleições

Segundo o TSE, a Quick Mobile Desenvolvimento e Serviços Ltda., a Yacows Desenvolvimento de Software, aCroc Services Soluções de Informática e a SMSMarket Soluções Inteligentes foram denunciados por seis companhias telefônicas (Vivo, Claro, Tim, Nextel, Sercomtel, Nextel e Sercomtel).

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelou ontem, em nota, que a Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral recebeu informações sobre quatro empresas que teriam sido contratadas durante a campanha eleitoral de 2018 para disparar mensagens em massa pelo WhatsApp. A reportagem é do Portal UOL.

De acordo com o TSE, as empresas Quick Mobile Desenvolvimento e Serviços Ltda., Yacows Desenvolvimento de Software, Croc Services Soluções de Informática e SMSMarket Soluções Inteligentes e seus respectivos sócios foram denunciados por seis companhias telefônicas (Vivo, Claro, Tim, Nextel, Sercomtel, Nextel e Sercomtel).

As informações foram obtidas depois que o corregedor-geral, ministro Jorge Mussi, solicitou informações em uma ação contra Bolsonaro e Hamilton Mourão, presidente e vice-presidente da República eleitos no último pleito.

A reportagem ainda informa que na ação, constam reportagens de outubro de 2018 que revelam que empresas apoiadoras da campanha teriam encomendado à Quick Mobile Desenvolvimento e Serviços Ltda., à Yacows Desenvolvimento de Software, à Croc Services Soluções de Informática e à SMSMarket Soluções Inteligentes pacotes de disparos em massa de mensagens na ferramenta WhatsApp contra o PT e o candidato do partido à presidência, Fernando Haddad.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp