23/10/2019 às 22h11min - Atualizada em 23/10/2019 às 22h11min

CPI das Fake News convoca para depor presidente nacional do PT e assessores de Bolsonaro

Comissão Parlamentar Mista de Inquérito aprovou nesta quarta-feira, 29 convocações e 38 convites. Convocados são obrigados a comparecer; convidados, não.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura a divulgação de informações falsas, a chamada CPI das Fake News, aprovou nesta quarta-feira (23) a convocação para depor de 29 pessoas, entre as quais a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Waingarten, e o assessor especial da Presidência da República para assuntos internacionais, Felipe Martins.

Os convocados são obrigados a comparecer. Além das convocações, a CPI também aprovou convites (comparecimento não obrigatório) para 38 pessoas, entre as quais os deputados Joice Hasselman (PSL) e Delegado Waldir, ex-líder do PSL na Câmara e o general da reserva Carlos Alberto Santos Cruz, ex-secretário de Governo da Presidência.

Na segunda-feira (21), a deputada Joice Hasselmann denunciou o uso de perfis falsos nas redes sociais por assessores dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, com o objetivo de difundir informações inverídicas e difamatórias. O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um inquérito criminal aberto desde março por determinação do presidente Dias Toffoli, para averiguar ofensas e ameaças a ministros, inclusive na internet.

A comissão aprovou 29 convocações, entre as quais as de:

  • Fábio Wajngarten, secretário especial de Comunicação Social da Presidência;
  • Felipe Martins, assessor especial da Presidência para assuntos internacionais;
  • Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente do PT;
  • Paulo Marinho, empresário e primeiro suplente do senador Flávio Bolsonaro (PSL);
  • Luciano Hang, empresário, dono da rede de lojas de departamentos Havan.

A comissão também aprovou 38 convites para, entre outros:

  • Delegado Waldir (PSL), ex-líder da legenda na Câmara;
  • Joice Hasselmann (PSL), ex-líder do governo no Congresso;
  • Carlos Alberto Santos Cruz, general da reserva e ex-ministro da Secretaria de Governo
  • Elizabeth Warren, senadora americana e pré-candidata a presidente dos Estados Unidos pelo Partido Democrata;
  • representantes de sites de checagem de notícias.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp