18/10/2019 às 19h20min - Atualizada em 18/10/2019 às 19h20min

Líder do PSL diz que Bolsonaro tentou comprar deputados com cargos para beneficiar o filho

Deputado Eduardo Bolsonaro foi derrotado na tentativa de se tornar líder do partido na Câmara no lugar de Delegado Waldir, que obteve mais apoios e permaneceu no posto.

O deputado Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara, afirmou nesta sexta-feira (18) que o presidente Jair Bolsonaro tentou comprar deputados da legenda com oferta de cargos e do controle do partido.

De acordo com Waldir, o objetivo era que esses parlamentares assinassem lista de apoio ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente, a fim de torná-lo líder do partido no lugar do próprio Waldir. A lista de Eduardo Bolsonaro recebeu 27 assinaturas contra 29 da lista de Waldir, que com isso permaneceu no posto.

Waldir deu a declaração em entrevista durante convenção extraordinária do PSL em Brasília - DF que discutiu a crise no partido, dividido entre bolsonaristas e apoiadores do presidente da sigla, deputado Luciano Bivar.

O PSL enfrenta uma crise que envolve o comando da legenda, o Palácio do Planalto e os parlamentares no Congresso.

Desde a semana passada, as alas ligadas a Bolsonaro e ao presidente do partido, Luciano Bivar, travam uma disputa interna.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp