20/07/2020 às 00h28min - Atualizada em 20/07/2020 às 00h28min

Vacina contra Covid-19 poderá ficar pronta em setembro, prevê cientista

Estudos da Universidade de Oxford em conjunto com laboratório Astrozeneca está em fase final de testes em humanos, inclusive no Brasil.

A fase de testes da vacina contra o novo coronavírus realizada pela farmacêutica Astrazeneca em parceria com a Universidade Britânica de Oxford pode terminar em setembro de 2020. A previsão é da cientista responsável pelo estudo Sara Gilbert. As informações são da revista Veja.

Essa é a vacina considerada a mais avançada em estudo no mundo. Quando aprovada em todos os testes e órgãos responsáveis, a expectativa é que 2 bilhões de unidades do imunizante sejam fabricadas no planeta. A velocidade com que chegarão à população depende de processos de produção e distribuição.

O Brasil é um dos países que fazem parte do grupo que encomendou doses iniciais. Trinta milhões delas estão previstas para chegar em dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Vale lembrar que o País assumiu um investimento de risco para ser um dos primeiros a fechar acordo de transferência de tecnologia para produzir, inicialmente, cerca de 30 milhões de unidades entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021, ao custo de US$ 127 milhões. O número, no entanto, pode chegar a 100 milhões em caso de eficácia comprovada.

Nesta segunda-feira (20), o relatório sobre a primeira fase da pesquisa será publicado. Em fase de teste em humanos, a vacina selecionou 50 mil voluntários no mundo todo para testá-la. Desses, 10% estão no Brasil.

A expectativa dos cientistas envolvidos no projeto é de que a vacina tenha 80% de eficácia na forma mais grave da Covid-19.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp