13/07/2020 às 13h11min - Atualizada em 13/07/2020 às 13h11min

Doria diz que imagens de violência policial contra mulher negra em Parelheiros “causam repulsa”

O governador João Doria (PSDB) fez referência às imagens da violência policial contra uma mulher negra, que disse ter levado socos e uma rasteira. “Os policiais militares que agrediram uma mulher em Parelheiros, na Capital de São Paulo, já foram afastados e responderão a inquérito”, afirmou o chefe do Executivo paulista.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que as cenas da violência policial contra uma mulher em Parelheiros, no extremo da Zona Sul de São Paulo - SP, “causam repulsa”.

De acordo com as imagens divulgadas pelo Fantástico neste domingo (12), um policial militar pisa no pescoço de uma mulher negra de 51 anos para imobilizá-la. Ela disse ter levado socos e uma rasteira. Na queda ela teria quebrado a tíbia.

“Os policiais militares que agrediram uma mulher em Parelheiros, na Capital de SP, já foram afastados e responderão a inquérito. As cenas exibidas no Fantástico causam repulsa. Inaceitável a conduta de violência desnecessária de alguns policiais. Não honram a qualidade da PM de São Paulo”, disse o chefe do Executivo paulista no Twitter.

Os dois PMs ficarão afastados durante a apuração do caso. A Secretaria da Segurança Pública diz que não compactua com esse tipo de comportamento.

Internautas manifestaram repúdio às agressões sofridas pela mulher e lembraram os casos de George Floyd e Alphaville.

No boletim de ocorrência registrada pelos PMs na delegacia, eles afirmaram que a mulher usou uma barra de ferro para agredi-los na cabeça e os ameaçado com um rodo. Ela negou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp