03/07/2020 às 22h57min - Atualizada em 03/07/2020 às 22h59min

Reportagem devastadora da CNN Brasil sobre Renato Feder pode frustrar mais uma nomeação para a Educação

A CNN Brasil apresentou uma reportagem repleta de documentos que comprovam a atuação de Feder nas suas empresas enquanto era secretário de Educação do Paraná. Uma enxurrada de documentos comprovando conflito de interesses do indicado por Bolsonaro à Educação tendem a incinerar mais um nome para a pasta.

A atuação de Renato feder como empresário pode frustrar mais uma indicação à pasta da Educação por Bolsonaro. Transações no valor de R$ 14,2 milhões para o fornecimento de mais de 28 mil tablets ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a realização do Censo 2020 são apenas a ponta do iceberg de uma conjunto documental devastador.

A reportagem da CNN Brasil destaca ainda que “o último contrato da Multilaser com o governo federal, firmado com dispensa de licitação, foi assinado no dia 15 de maio deste ano e tinha como objetivo o fornecimento de mais de 100 mil máscaras cirúrgicas. O valor do contrato foi de R$ 313 mil e a pasta responsável pela compra foi o Ministério da Educação, a mesma que Renato Feder está cotado para comandar”.

A matéria prossegue: “Feder é sócio da Multilaser Industrial S.A., que está no mercado há mais de 30 anos e se apresenta como um dos maiores players do segmento de eletrônicos e de suprimentos de informática nacional. A Multilaser tem feito negócios com a administração federal desde 2011, sempre através de uma de suas filiais, localizada em Extrema, no sul de Minas Gerais, próxima às cidades paulistas de Bragança Paulista e Atibaia”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp