15/10/2019 às 22h42min - Atualizada em 15/10/2019 às 22h42min

Quatro deputados do PDT e três do PSB anunciam desfiliação de seus partidos

Parlamentares estão entre os punidos pelos partidos por apoiarem a reforma da Previdência.

Quatro deputados federais do PDT e três do PSB anunciaram nesta terça-feira (15) que irão pedir a desfiliação de seus respectivos partidos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Todos estão entre os parlamentares que foram punidos por votar a favor da reforma da Previdência, contrariando a posição dos partidos.

Anunciaram o desligamento de seus partidos:

  • Tabata Amaral (PDT);
  • Marlon Santos (PDT);
  • Gil Cutrim (PDT);
  • Flávio Nogueira (PDT);
  • Felipe Rigoni (PSB);
  • Rodrigo Coelho (PSB);
  • Jefferson Campos (PSB).

Os pedidos serão protocolados de maneira individual, com cada deputando explicando porque pede a desfiliação. Eles devem alegar justa causa, para não correr risco de perder o mandato. Depois, vai caber ao TSE decidir se eles podem manter o mandato. Nenhum deles anunciou para qual partido vai depois - todos dizem que irão discutir o tema somente após definir a desfiliação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp