24/06/2020 às 13h09min - Atualizada em 24/06/2020 às 13h09min

PF prende Daniel “Ativista”, líder de acampamento bolsonarista com Sara Giromini

A prisão de Daniel Miguel, que se classifica como Daniel Ativista e integrava o acampamento “300 do Brasil” da milícia paramilitar bolsonarista, ocorreu no âmbito das investigações sobre atos pró-golpe. A ação da PF foi autorizada pelo ministro do Supremo Alexandre de Moraes.

A Polícia Federal (PF) prendeu na terça-feira (23) Daniel Miguel, que se classifica como Daniel Ativista, ex-líder, junto com Sara Giromini, do acampamento “300 do Brasil”, da milícia paramilitar bolsonarista que havia se instalado na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF) - um grupo já havia sido desmantelado por agentes policiais.

A detenção ocorreu no âmbito do inquérito das investigações sobre atos pró-golpe, tendo como principais propostas o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

O integrante do acampamento teve a prisão expedida pelo ministro do STF Alexandre de Moraes no último dia 14, mas o mandado só foi cumprido na terça-feira, após Daniel comparecer à sede da PF para prestar depoimento.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp