15/10/2019 às 02h19min - Atualizada em 15/10/2019 às 02h19min

Tábata anuncia saída do PDT e briga judicial para não perder o mandato

A legislação determina que o mandato fique com o partido caso o parlamentar deixe a legenda fora da janela temporária - mas prevê exceções.

A deputada Tabata Amaral (PDT) afirmou nesta segunda-feira (14), durante participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, que entrará com ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (15) para deixar seu partido sem perder seu mandato como parlamentar. Ela disse ter sido alvo de “perseguição desproporcional” na legenda comandada por Carlos Lupi.

A legislação determina que o mandato fique com o partido caso o parlamentar deixe a legenda fora da janela temporária - mas prevê exceções.

No caso dos pedetistas, ela sinalizou que todos devem alegar, em suas ações individuais, o fato de o PDT estar “sangrando” os infiéis da reforma da Previdência sem apreciar eventuais punições por terem votado a favor da proposta. O partido de Ciro Gomes suspendeu algumas atividades dos parlamentares que votaram a favor das mudanças previdenciárias, mas ainda não reuniu sua Executiva para definir quais serão as advertências de cada um deles.

Ela sinalizou que ela e os demais parlamentares devem “construir” um espaço onde poderão defender suas bandeiras, sem deixar claro se tentarão criar um novo partido ou se ingressarão em uma sigla já existente.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp