16/06/2020 às 12h11min - Atualizada em 16/06/2020 às 12h11min

Cresce demanda por armazenamento em nuvem no setor de Gastronomia

Foram avaliados 3.184 casos da Covid-19 na pesquisa, onde os bares apresentam percentual de contaminação acima dos locais de trabalho.

Estudo realizado no Japão, entre pacientes afetados pelo novo coronavírus, publicado no Emerging Infectious Diseases, identificou bares e academias como locais de supercontaminação. Na pesquisa, foram avaliados 3.184 casos de Covid-19 confirmados em laboratório e outros 309 importados de fora do Japão. A informação é do Portal G1.

Os locais considerados de maior risco para supercontaminação são as unidades de saúde (30%). Também foram detectados outros ambientes de atendimento, como casas de repouso e clínicas (16%). Os bares, no entanto, têm porcentagem igual, de 16%, acima até dos locais de trabalho (13%), acrescenta a matéria.

O periódico que recebeu a publicação do estudo, o Emerging Infectious Diseases, está ligado ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão do governo dos Estados Unidos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp