09/06/2020 às 13h14min - Atualizada em 09/06/2020 às 13h14min

Pedido de cassação de Carlos Bolsonaro é protocolado na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro

O Conselho de Ética da Câmara do Rio recebeu nesta segunda-feira (8) um pedido de cassação do vereador Carlos Bolsonaro. O documento é assinado por Leonel Brizola e alega que Carlos ignora o decoro parlamentar em suas manifestações.

O Conselho de Ética da Câmara do Rio recebeu ontem um pedido de cassação do vereador Carlos Bolsonaro. O documento é assinado por Leonel Brizola Neto (PSOL). A informação é do jornalista Ancelmo Gois, em sua coluna no jornal O Globo.

Segundo o colunista, o documento alega que Carlos ignora o decoro parlamentar em suas manifestações. Lembra, por exemplo, de quando o filho do presidente sugeriu que Brizola “queima ou cheira” ou da insinuação de que vereadores do PSOL usam drogas.

Gois destaca que o documento cita também o dia em que o vereador disparou xingamentos aos colegas durante uma sessão virtual. “Carlos Bolsonaro, como o pai, não está preocupado com o sofrimento do povo. Tudo que faz nas sessões é criar confusões, xingar os colegas e atrapalhar o andamento dos trabalhos”, argumentou Brizola.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp