23/05/2020 às 17h22min - Atualizada em 23/05/2020 às 17h22min

Ex-sócio de Guedes, após a reunião ministerial: não tem chance de dar certo

“Qual a chance de uma empresa tocada do jeito daquela reunião dar certo? Ou uma escola então?”, questionou o CEO da Rio Bravo Investimentos Paulo Bilyk, que foi sócio do ministro da Economia, Paulo Guedes, na BTG Pactual.

Após assistir vídeo de reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-sócio de Paulo Guedes na BTG Pactual, o CEO da Rio Bravo Investimentos Paulo Bilyk disse que o governo federal não tem chance de dar certo. As informações são da coluna de Lauro Jardim no jornal O Globo.

“Qual a chance de uma empresa tocada do jeito daquela reunião dar certo? Ou uma escola então? Uma organização social? Até a Máfia, que sucesso teria assim? Qual a eficácia do caos? Seja qual for a ideologia, qual chance de dar certo?”, questionou.

Durante a reunião, o ministro da Economia defendeu a privatização “da porra do Banco do Brasil” e a abertura de cassinos no Rio de Janeiro. Além disso, Guedes também se colocou a favor de o Estado ajudar empresas grandes, mas não as pequenas médias e micro empresas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp