17/05/2020 às 00h31min - Atualizada em 17/05/2020 às 00h31min

Polícia prende bolsonaristas que fizeram ato contra Alexandre de Moraes

De acordo com a decisão, Antônio Carlos Bronzeri e Jurandir Pereira Alencar “desrespeitaram o benefício da liberdade provisória concedido, bem como para a garantia da ordem pública, imprescindível neste momento vivido”.

A Polícia Civil de São Paulo prendeu preventivamente neste sábado (16) os bolsonaristas que realizaram um ato contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Eles são acusados de ameaça, injúria e difamação, crimes pelos quais viraram réus na última terça-feira (12).

Os mandados foram cumpridos contra o engenheiro Antônio Carlos Bronzeri, da Frente Brasileira Conservadora, e Jurandir Pereira Alencar. Os dois foram presos em acampamento montado na Praça Abílio Soares, em frente à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), por policiais infiltrados.

De acordo com a decisão, Antônio Carlos Bronzeri e Jurandir Pereira Alencar “desrespeitaram o benefício da liberdade provisória concedido, bem como para a garantia da ordem pública, imprescindível neste momento vivido”.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp