11/10/2019 às 15h22min - Atualizada em 11/10/2019 às 15h22min

Papa irá se reunir com governadores da Amazônia; Bolsonaro fica de fora

Papa Francisco atendeu a pedido dos governadores da Amazônia Legal e marcou para 28 de outubro a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia. Jair Bolsonaro, que tem atacado o Sínodo da Amazônia, não foi convidado; ficará de fora.

O Vaticano marcou para o dia 28 de outubro a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia. Jair Bolsonaro (PSL) não foi convidado para o encontro. A reunião é resultado de uma articulação entre a Igreja Católica, através da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), e dos governadores de toda a região.

O encontro, com a presença do Papa Francisco, foi marcado depois de um pedido conjunto dos governadores de Estados brasileiros que formam a chamada Amazônia Legal. A cúpula será realizada um dia após o encerramento do Sínodo, na Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano. O encontro acontecerá sob o tema “Caminhos e Compromissos para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia”.

O Sínodo tem recebido ataques sistemáticos do governo Bolsonaro e de fundamentalistas tanto evangélicos como católicos. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, comandado pelo ministro general Augusto Heleno, estabeleceu uma rede de coleta de informações sobre o Sínodo.

Os países da Pan Amazônia são Brasil, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Venezuela, Guianas e Suriname. Nove Estados brasileiros integram a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima e parte de Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.

Quase todos os representantes brasileiros já confirmaram presença ao evento.

Boa parte dos governadores deve criticar a desastrosa política ambiental imposta pelo governo Bolsonaro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp