29/04/2020 às 13h01min - Atualizada em 29/04/2020 às 13h06min

Coronavírus: cientistas de Oxford preveem vacina para setembro

Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, já começaram a realizar testes em humanos. Se provar ser eficaz, as primeiros milhões de doses poderão estar disponíveis até setembro.

Enquanto o mundo corre para encontrar uma vacina contra o novo coronavírus, cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, já começaram a realizar testes em humanos. Se provar ser eficaz, as primeiros milhões de doses poderão estar disponíveis até setembro. A informação é do Portal UOL.

Chamada de ChAdOx1 nCoV-19, essa nova vacina é produzida a partir de uma versão enfraquecida de um vírus do resfriado comum. Os pesquisadores adicionaram um material genético do coronavírus que é responsável pela produção das proteínas encontradas na superfície do Sars-CoV-2.

Segundo a reportagem, o novo coronavírus usa essa proteína “spike” para se ligar aos receptores ACE2 nas células humanas e obter acesso às células para causar uma infecção. Os cientistas esperam que, ao vacinar com o ChAdOx1 nCoV-19, o corpo reconheça o vírus e desenvolva uma resposta imune à proteína “spike”. Isso ajudaria a impedir que o Sars-CoV-2 entre nas células humanas e, portanto, evite a infecção.

A previsão de especialistas para termos uma vacina eficaz é para daqui um ano e meio a três. Mas os cientistas da universidade britânica têm uma vantagem: já tinham desenvolvido a tecnologia em trabalhos anteriores sobre inoculações para outros vírus, incluindo um parente próximo da Covid-19, a Mers.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp