25/04/2020 às 10h27min - Atualizada em 25/04/2020 às 10h33min

The Intercept: rachadinha de Flávio Bolsonaro financiou prédios ilegais da milícia no Rio, mostra investigação do MP

Editorial aponta que as investigações são um dos motivos da pressão de Bolsonaro contra Sergio Moro pela substituição do comando regional e geral da PF.

O site The Intercept Brasil publicou neste sábado (25) editorial em que divulga informações sigilosas de investigações do Ministério Público, que revelam estratégias de Flávio Bolsonaro para financiar com esquemas de rachadinhas e lucrar através da construção ilegal de prédios erguidos pelas milícias com dinheiro público. O procedimento que preocupa a família Bolsonaro foi alvo de nove pedidos de suspensão dos advogados do senador.

“O investimento para as edificações levantadas por três construtoras foi feito com dinheiro de rachadinha, coletado no antigo gabinete de Flavio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio, como afirmam promotores e investigadores sob a condição de anonimato”, diz o editorial, que ainda aponta o procedimento como um dos motivos das pressões de Jair Bolsonaro (Sem Partido) contra Sergio Moro pela troca do comando da Polícia Federal (PF) no Rio de Janeiro e em Brasília, que também investiga o caso.

“Os investigadores dizem que chegaram à conclusão com o cruzamento de informações bancárias de 86 pessoas suspeitas de envolvimento no esquema ilegal, que serviu para irrigar o ramo imobiliário da milícia. Os dados mostraram que hoje o senador receberia o lucro do investimento dos prédios através de repasses feitos pelo ex-capitão do Bope Adriano da Nóbrega - executado em fevereiro - e pelo ex-assessor Fabrício Queiroz”, acrescenta o The Intercept.

Leia aqui a íntegra do editorial do site The Intercept Brasil.




Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp