20/04/2020 às 10h18min - Atualizada em 20/04/2020 às 10h18min

Juízes alertam Bolsonaro de que “não admitirão qualquer retrocesso institucional”

Após Jair Bolsonaro participar de um ato no domingo contra a democracia, a Ajufe e outras cinco entidades emitiram uma nota conjunta onde afirmam que “não admitirão qualquer retrocesso institucional ou o rompimento da ordem democrática”.

Após Jair Bolsonaro (Sem Partido) participar de um ato no domingo (19) contra a democracia e discursar para apoiadores que pediam intervenção militar e o fechamento do Congresso, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e outras cinco entidades emitiram uma nota conjunta onde afirmam que ‘não admitirão qualquer retrocesso institucional ou o rompimento da ordem democrática’. A nota pede que as autoridades públicas se unam “evitando polêmicas desnecessárias que possam gerar sérias crises institucionais”.

“A República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho, da livre iniciativa e o pluralismo político”, destaca o texto da nota encabeçada pela Ajufe.

Também em nota, a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) se posicionou contra as manifestações, que também foram dirigidas contra o Supremo Tribunal Federal (STF), a Câmara e o Senado, e ressaltou que está pronta “para atuar em defesa da Constituição, da magistratura e do sistema de Justiça”. “O caminho correto para a busca das soluções é o cumprimento rigoroso da lei e o trabalho em conjunto das instituições em prol da construção de soluções”, destaca a AMB.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp