08/04/2020 às 10h27min - Atualizada em 08/04/2020 às 10h27min

Magazine Luiza corta salários de executivos e renegocia contratos com fornecedores

A empresa disse que vai cortar em 80%, por três meses, o salário dos principais executivos da empresa: o CEO e o vice-presidente de operações. A empresa fará uma captação de mais R$ 800 milhões por meio de uma emissão de debêntures para reforçar o caixa no período de sérias dificuldades no varejo.

O Magazine Luiza anunciou medidas para conter gastos com pessoal e com fornecedores, além de fazer uma captação no mercado, durante a epidemia do coronavírus.

Desde março, as mais de 1.100 lojas físicas da varejista estão fechadas. A empresa disse que vai cortar em 80%, por três meses, o salário dos principais executivos da empresa: o CEO e o vice-presidente de operações.

A informação consta em comunicado enviado ao mercado no início da noite e assinado pelo diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Roberto Bellissimo Rodrigues.

Nos próximos 90 dias os ganhos de 12 diretores executivos e sete membros do Conselho de Administração cairão pela metade. Os demais diretores terão um corte de 25% no contra cheque. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

A rede varejista também informou que iniciou um “amplo movimento de renegociação de contratos com fornecedores diretos e indiretos, com o objetivo de reduzir custos e ampliar prazos de pagamentos”.

A empresa fará uma captação de mais R$ 800 milhões por meio de uma emissão de debêntures para reforçar o caixa no período de sérias dificuldades no varejo. A companhia ressalta que terminou 2019 com uma posição de caixa e recebíveis robusta, de R$ 7 bilhões.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp