03/04/2020 às 19h11min - Atualizada em 03/04/2020 às 19h11min

Bolsonaristas atacam Mandetta nas redes sociais para forçar sua renúncia

Mensagens nas redes sociais e um vídeo publicado por Regina Villela, que liga Mandetta a esquemas de corrupção, estão sendo amplamente divulgados por bolsonaristas.

Com o acirramento do conflito entre Jair Bolsonaro (Sem Partido) e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a militância virtual bolsonarista intensificou a campanha contra o médico nas redes sociais.

Em conversa com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, respectivamente, presidentes da Câmara de Deputados e do Senado, Mandetta teria revelado que Bolsonaro lhe pediu para que renunciasse. O ministro respondeu: “o senhor que me demita presidente”. Bolsonaro, entretanto, afirmou não querer causar esta crise “em meio ao combate” contra o coronavírus.

Porém, para forçar a auto-demissão do médico, os bolsonaristas dizem que este estaria colaborando com Maia e Alcolumbre para “desestabilizar o governo”.

Além disso, um vídeo para constranger o ministro está sendo divulgado na internet. Nele sugere-se que um esquema envolvendo o desenvolvimento de um software para a implantação do programa de telemedicina existe no Ministério da Saúde. As suspeitas foram reunidas e distribuídas por assessores de Bolsonaro, conforme informa matéria de Nonato Viegas na revista Veja.

O vídeo publicado por Regina Villela, que em 2018 concorreu pelo PSL ao cargo de deputada federal, afirma que o Ministério da Saúde estaria envolvido em um esquema de corrupção para beneficiar grandes hospitais e desenvolvedores de tecnologia do E-SUS (versão digital do Sistema Único de Saúde). O ministro Onyx Lorenzoni também é citado no vídeo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp