09/07/2024 às 20h24min - Atualizada em 09/07/2024 às 20h24min

Mercosul e Emirados Árabes Unidos iniciam negociações de um acordo de livre comércio

Líderes dos países membros do Mercosul e dos Emirados Árabes acordaram, neste domingo (7), em Assunção, os termos de referência para um acordo de livre comércio entre as economias.

Redação
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Representantes dos países membros do Mercosul e dos Emirados Árabes Unidos se reuniram em Assunção, entre os dias 2 e 4 de julho, e formalizaram o início das negociações para um acordo de livre comércio entre as regiões.
 
Na ocasião, os países acordaram termos de referência para a negociação e realizaram a primeira rodada de discussões, tratando do conteúdo do que pode vir a ser um novo acordo de livre comércio envolvendo o Mercosul. Os termos de referência estabelecem as bases para as discussões, incluindo os temas cobertos. Acordou-se, por exemplo, que o acordo deverá incluir, entre outros temas, bens, serviços, regras de origem, barreiras técnicas, medidas fitossanitárias e sanitárias, além de propriedade intelectual.
 
As negociações visam eliminar ou reduzir tarifas alfandegárias e outras barreiras comerciais, além de facilitar o fluxo de investimentos e serviços entre as partes.
 
Em 2023, os Emirados Árabes Unidos foram o 28º maior destino de produtos brasileiros e, no primeiro semestre de 2024, avançaram para a 13ª posição. De janeiro a junho, as exportações brasileiras para o país árabe subiram 74% em comparação com o mesmo período de 2023.
 
De acordo com a secretária de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Secex/MDIC), Tatiana Prazeres, as negociações para o acordo entre o Mercosul e os Emirados Árabes Unidos ainda estão em fase inicial. “Um futuro acordo comercial deve aumentar o fluxo de comércio e investimentos, impulsionar o crescimento econômico e gerar empregos em ambas as economias", concluiu Tatiana.
 
As negociações entre o Mercosul e os Emirados Árabes Unidos reforçam a orientação do governo de expandir a rede de acordos comerciais do bloco sul-americano, gerando mais oportunidades para as empresas exportadoras brasileiras. Uma consulta pública realizada pela Secex em 2023 mapeou interesses e preocupações das firmas do país em relação aos Emirados Árabes, servindo de referência para a atuação do MDIC nessa negociação.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp