24/03/2020 às 15h20min - Atualizada em 24/03/2020 às 15h20min

Presos de São Paulo vão produzir 320 mil máscaras de proteção ao coronavírus, diz Doria

Serão produzidas 26 mil peças por dia seguindo os critérios estabelecidos pela Vigilância Sanitária.

Os detentos do sistema prisional de São Paulo passarão a partir desta quarta-feira (25) a fabricar máscaras para serem usadas na proteção ao coronavírus. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (24) pelo governador João Doria (PSDB) durante coletiva de imprensa para anunciar novas medidas de contingenciamento.

“Deliberamos junto ao sistema prisional, comandado pelo coronel Nivaldo Restivo [secretário da SAP], que está aqui ao meu lado, a partir de amanhã aqueles que estão no sistema penitenciário vão produzir 320 mil máscaras de proteção contra o coronavírus. Serão 26 mil peças por dia nas fábricas adaptadas do sistema prisional de São Paulo, seguindo os critérios sanitários, os critérios de confecção para produção destas máscaras que terão um custo para o governo de São Paulo de R$ 0,80 por peça”, disse o governador.

As máscaras estão em falta desde o início do ano após a doença na China.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp