16/03/2020 às 15h41min - Atualizada em 16/03/2020 às 15h41min

Postura de Bolsonaro pode causar 478 mil mortes no Brasil por coronavírus, aponta pesquisa científica de Oxford

A irresponsabilidade de Jair Bolsonaro perante a pandemia de coronavírus, estimulando o contágio, pode trazer consequências desastrosas para a população.

Uma pesquisa preliminar da Universidade de Oxford, no Reino Unido, está calculando e comparando as prováveis mortes pelo novo coronavírus no Brasil e na Nigéria. Segundo o levantamento deve haver até 478 mil mortes no Brasil.

Segundo reportagem do site The Intercept Brasil, publicada nesta segunda-feira (16) a pesquisa parte do princípio de que 40% da população de cada país será infectada pelo novo coronavírus. A porcentagem é baseada em uma outra pesquisa, da Universidade de Harvard, nos EUA, que afirma que a proporção de contaminados em escala global será de 40% a 70%.

“Analisando a taxa de mortalidade da doença em diferentes idades e fazendo as projeções para cada população, os pesquisadores chegaram ao cenário de possíveis 478.629 mortos no Brasil, número maior que o da Nigéria, que tem uma população mais jovem”, diz a reportagem.

“Com um presidente incapaz de agir e se portar com a serenidade necessárias num momento de crise grave, uma projeção baseada nos piores cenários possíveis, ainda que careça de estudos complementares, deve ser lida com atenção. Afinal, parece que o presidente está fazendo de tudo para que ela se torne realidade”, acrescenta o texto.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp