27/02/2020 às 11h03min - Atualizada em 27/02/2020 às 11h03min

Partido de Bolsonaro é um fiasco e admite que não participará das eleições de 2020

Com apenas 3.334 assinaturas, a cúpula da Aliança pelo Brasil, sigla que Jair Bolsonaro tenta criar, admite que não vai conseguir participar dos pleitos deste ano.

A menos de 40 dias do prazo limite estabelecido pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos obtenham registro para disputar as eleições municipais deste ano, a cúpula da Aliança pelo Brasil, sigla que Jair Bolsonaro (Sem Partido) tenta criar, admite que não vai conseguir participar dos pleitos deste ano. Até ontem, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia validado apenas 3.334 assinaturas - são necessárias, no mínimo, 492 mil para obtenção do registro. A informação é do Portal Terra.

O advogado Luís Felipe Belmonte dos Santos, segundo vice-presidente e principal operador do partido a ser criado, tentou justificar o ruim desempenho e disse que foram coletadas mais de 1 milhão de assinaturas, mas elas não foram reconhecidas nos cartórios eleitorais.

“Nossa parte foi feita, mas os cartórios eleitorais estão recusando todas as fichas com firma reconhecida. Eles alegam que não houve regulamentação. Além disso, o sistema cai toda hora. Os cartórios eleitorais não estavam preparados para um volume tão grande (de assinaturas)”, disse Belmonte à reportagem.

Diante da dificuldade, o discurso bolsonarista agora é que não há pressa em registrar a legenda e que a ausência do Aliança nas eleições de 2020 não terá peso relevante no projeto de reeleição de Bolsonaro em 2022.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp