22/02/2020 às 11h07min - Atualizada em 22/02/2020 às 11h07min

Solidariedade expulsa vereador que “coordenou motim” da PM no Ceará

Decisão do partido tem “caráter irrevogável”. Sargento Ailton é policial militar e vereador em Sobral, cidade onde o senador licenciado Cid Gomes foi baleado.

O Solidariedade expulsou do partido o vereador Sargento Ailton, de Sobral - CE. A decisão da direção nacional e do diretório regional da sigla foi comunicada na sexta-feira (21) e, segundo a legenda, tem caráter irrevogável.

Em nota, o partido afirma o parlamentar, que é policial militar, “foi flagrado como um dos líderes do motim de policiais que causaram o confronto e baleou o senador Cid Gomes”.

O senador licenciado do PDT do Ceará foi baleado na última quarta-feira (19) em Sobral. Cid foi alvo dos disparos em um motim de policiais que reivindicavam aumento salarial. Quando foi atingido, ele tentava com uma retroescavadeira furar um bloqueio feito no 3º Batalhão da Polícia Militar do município.

Segundo o Solidariedade, a expulsão do vereador foi decidida em conjunto com o deputado federal e presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, e o presidente estadual do partido, deputado federal Genecias Noronha, e mostra que a sigla não compactua com ações que violentem e agridem a democracia.

“Nós não trabalhamos com militância do terror que causam a depredação do patrimônio de pessoas e não podemos aceitar que policiais e agentes públicos, encapuzados e armados como milicianos, levem o terrorismo às ruas”, diz trecho da nota.

Na nota o partido ressalta que não aceita esse desvio de conduta e que aplicou a sanção devida, tendo como base a gravidade da infração.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp