18/02/2020 às 11h33min - Atualizada em 18/02/2020 às 11h33min

OAB vai ao CNJ contra Bretas por participação em ato político-partidário

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, argumenta que o juiz participou de “ato de caráter político-partidário”, o que é vedado pela lei.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Felipe Santa Cruz apresentou reclamação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, responsável pela Operação Lava Jato no estado.

Bretas participou de um evento gospel que contou com a presença de Jair Bolsonaro (Sem Partido), e o prefeito do Rio de Janeiro - RJ, Marcelo Crivela (Republicanos).

Na ação, Santa Cruz pede ao Conselho Nacional de Justiça que abra processo administrativo disciplinar para apurar atos de caráter político-partidário e autopromoção e superexposição do magistrado, que na opinião da OAB representam uma violação da Constituição federal, informa o jornal O Estado de S.Paulo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp