15/02/2020 às 16h40min - Atualizada em 15/02/2020 às 16h42min

Menina com doença rara morre de velhice aos oito anos

Anna Sakidion tinha apenas oito anos mas uma idade biológica de cerca de 80 anos.

Uma menina de apenas oito anos morreu de velhice. A pequena Anna Sakidon da Ucrânia bateu um triste recorde: o de se tornar a pessoa mais jovem do mundo a morrer de velhice. Apesar de ter apenas oito anos, sua idade biológica equivalia a de uma pessoa de 80 anos, de acordo com os médicos que a tratara.

Os médicos inclusive fizeram questão de homenagear a pequena. Eles relataram para a imprensa local que Anna era uma “menininha maravilhosa que lutou contra muitos problemas de saúde ao longo da vida”.

O envelhecimento precoce da garotinha ocorreu por causa de uma doença genética rara chamada Hutchinson-Gilford progeria. Estima-se que esta doença afeta uma pessoa a cada 20 milhões em todo o mundo. Mas existe o registro de apenas 160 casos no mundo inteiro.

A garotinha chegou a comemorar seu aniversário de oito anos no mês passado. Na ocasião de seu aniversário, a pequena pesava apenas oito quilos. De acordo com a imprensa local, a garotinha faleceu em decorrência de uma falência múltipla dos órgãos causada por seu envelhecimento prematuro.

A médica responsável pela pequena, Dra. Nadezhda Kataman, falou sobre a difícil perda.

“Em janeiro a Anna completou oito anos. Para crianças com o diagnóstico de progeria, um ano equivale entre oito e dez anos. Ela morreu em decorrência do envelhecimento prematuro de seus órgãos internos e do corpo como um todo. Seu corpo cresceu muito devagar e seus órgãos envelheceram rápido demais. Pacientes com este tipo de doença geralmente morrem de derrames, no caso de Anna ela chegou a ter derrames ao longo da vida, que inclusive a deixaram paraplégica, mas não foi isso que a matou”, explicou a médica para a imprensa local.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp