09/02/2020 às 21h29min - Atualizada em 09/02/2020 às 21h29min

Adriano Nóbrega morreu como “queima de arquivo”, afirma seu advogado

“Ele me disse assim: ‘doutor, ninguém está aqui para me prender. Eles querem me matar. Se me prenderem, vão matar na prisão. Tenho certeza que vão me matar por queima de arquivo’. Palavras dele”, afirmou o advogado Paulo Emílio Catta Preta, que atuava na defesa do ex-PM Adriano Nóbrega.

O advogado Paulo Emílio Catta Preta, que atuava na defesa do ex-PM Adriano Nóbrega, afirmou neste domingo (9) que a morte do seu cliente foi uma queima de arquivo.

“Ele me disse assim: ‘doutor, ninguém está aqui para me prender. Eles querem me matar. Se me prenderem, vão matar na prisão. Tenho certeza que vão me matar por queima de arquivo’. Palavras dele”, afirmou Catta Preta.

Questionado pelo jornal O Globo sobre o motivo para queima de arquivo, o advogado disse que o cliente não mencionou.

“Eu o aconselhei a se apresentar, pois temia que algo pior acontecesse. Ele não me disse o porquê achava que iria morrer. Acho que ele já suspeitava que seria morto por queima de arquivo”, afirmou o advogado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp