19/01/2020 às 23h25min - Atualizada em 19/01/2020 às 23h25min

Crise do Enem aumenta e credibilidade da prova fica em risco: notas do 1º dia também têm erro

Ao contrário do que havia afirmado Weintraub no sábado, erros nas notas não estão limitados ao segundo dia das provas e já atingem também as do primeiro dia. Governo Bolsonaro perdeu o controle e já não sabe mais quantos estudantes podem ter sido prejudicados.

Não são apenas as notas das provas do segundo dia do Enem que foram corrigidas incorretamente, conforme havia assegurado no sábado (18) o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Neste domingo (19), o governo Bolsonaro reconheceu que as provas do primeiro dia também têm erros.

Até agora, os erros confirmados haviam sido identificados apenas no segundo dia da prova (matemática e ciências humanas). Agora, as provas do primeiro dia linguagem e redação também têm erros de correção em número desconhecido, conforme reconheceu o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do MEC responsável pelo Enem.

O Inep trabalhava até a tarde de sábado com um universo de análise de 50 mil provas. Mas esse universo muda a todo momento, segundo informa o jornalista Paulo Saldaña, do jornal Folha de S.Paulo.

Com isso, o estrago neste momento é de tamanho desconhecido e pode comprometer a credibilidade de todo o exame, no maior desastre da história do Enem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp