03/08/2022 às 12h51min - Atualizada em 03/08/2022 às 12h51min

Lula tem 44% e Bolsonaro 32%, diz Quaest/Genial

O levantamento ouviu 2.000 pessoas face a face, entre os dias 28 e 31 de julho. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%.

Redação
Pesquisa da Quaest Consultoria realizada com entrevistas face a face, contratada pela Genial Investimentos e divulgada nesta quarta-feira (3), aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança para a Presidência, com 44% das intenções de voto no cenário estimulado, quando os eleitores escolhem a partir de uma lista de pré-candidatos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 32%.
 
Em comparação com a última pesquisa presidencial e nacional deste instituto, Lula e Bolsonaro oscilaram dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. No mês passado, o petista tinha 45% e o presidenciável do PL aparecia com 31%.
 
Assim como em julho, a pesquisa não aponta uma garantia de vitória de Lula em primeiro turno, devido à soma dos outros candidatos ser 42%, comparado aos 44% do ex-presidente e considerando a margem de erro. Apesar disso, o petista segue vencendo todas as simulações de segundo turno.
 
No cenário principal, após Lula e Bolsonaro, vem numericamente Ciro Gomes (PDT), com 5%. Ele empata tecnicamente com André Janones (Avante), com 2%; Simone Tebet (MDB), com 2%; e Pablo Marçal (PROS), com 1%. Os demais candidatos não pontuaram.
 
A Quaest incluiu o nome de Luciano Bivar (União) entre os candidatos. O deputado federal abriu mão da disputa no último domingo (31). Ontem, a senadora Soraya Thronike foi anunciada como a candidata à Presidência pelo partido, mas seu nome ainda precisa da aprovação da sigla.
 
O levantamento ouviu 2.000 pessoas face a face, entre os dias 28 e 31 de julho. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-02546/2022 e custou R$ 139.005,86.
 
Primeiro turno
 
Cenário estimulado
  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 32%
  • Ciro Gomes (PDT) – 5%
  • André Janones (Avante) – 2%
  • Simone Tebet (MDB) – 2%
  • Pablo Marçal (PROS) – 1%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 0%
  • Eymael (DC) – 0%
  • Felipe D'Avila (Novo) – 0%
  • Sofia Manzano (PCB) – 0%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 0%
  • Leonardo Péricles (UP) – 0%
  • Brancos/Nulos/Não vão votar – 6%
  • Indecisos – 6%
Cenário espontâneo
Na sondagem espontânea, quando os eleitores podem apontar o nome de sua preferência sem uma lista prévia, tanto Lula, com 33%, quanto Bolsonaro, com 26%, oscilaram na margem de erro. No mês passado, o petista tinha 31% e o presidente, 24%.
  • Lula (PT) – 33%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 26%
  • Ciro Gomes (PDT) – 1%
  • Brancos/Nulos/Não vão votar – 3%
  • Indecisos – 36%
Segundo turno
 
Cenário 1
Em comparação com a pesquisa do mês passado, Lula oscilou negativamente dentro da margem de erro – foi de 53% para 51% –, enquanto Bolsonaro cresceu fora da margem – subiu de 34% para 37%.
  • Lula (PT) – 51%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 37%
  • Brancos/Nulos/Não vão votar – 9%
  • Indecisos – 3%
Cenário 2
Mês passado, Ciro tinha 25% em um segundo turno contra Lula, que tinha 52%. Agora, o político do PDT tem 27%, e o petista, 51%.
  • Lula (PT) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 27%
  • Brancos/Nulos/Não vão votar – 19%
  • Indecisos – 3%
Cenário 3
Contra Tebet, Lula manteve os 55%, enquanto a senadora oscilou de 20% para 22%.
  • Lula (PT) – 55%
  • Simone Tebet (MDB) – 22%
  • Brancos/Nulos/Não vão votar – 20%
  • Indecisos – 4%

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp