17/01/2020 às 11h47min - Atualizada em 17/01/2020 às 11h47min

Rodrigo Maia cobra demissão de secretário nazista do governo Bolsonaro

A escalada nazifascista do governo brasileiro foi duramente condenada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que cobrou a demissão imediata do secretário Roberto Alvim; simpatizante do nazismo, Alvim plagiou um discurso de Joseph Goebbels, ao anunciar uma nova política de Cultura no Brasil; “passou de todos os limites”, disse Maia.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), usou suas redes sociais nesta sexta-feira (17) para condenar a fala do secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, que gravou um vídeo fazendo apologia ao nazismo.

“O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo”, defendeu Maia.

O secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, copiou a proposta nazista ao propor uma nova arte para o Brasil. Reproduzindo uma fala de Joseph Goebbels, ideólogo da propaganda nazista, ele propôs uma nova arte para o Brasil.

“A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, disse ele.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp