19/05/2022 às 21h35min - Atualizada em 19/05/2022 às 21h35min

Câmara de São Paulo – SP abre processo contra Camilo Cristófaro por fala racista

No começo do mês, o vereador foi flagrado usando expressões racistas. Cristófaro acompanhava a reunião da CPI dos aplicativos remotamente no momento em que o áudio vazou para os colegas que estavam no plenário.

Redação
A corregedoria da Câmara Municipal de São Paulo – SP abriu o processo que pode terminar na cassação do vereador Camilo Cristófaro (Sem Partido), por racismo. A relatora foi a vereadora Elaine Mineiro (PSOL), que recomendou a cassação.
 
No começo do mês, o vereador foi flagrado usando expressões racistas. Cristófaro acompanhava a reunião da CPI dos aplicativos remotamente no momento em que o áudio vazou para os colegas que estavam no plenário.
 
Enquanto a corregedoria discutia o caso nessa quinta-feira (19), ativistas protestavam em frente à Câmara levantando cartazes com frases como “coisa de preto é amar”.
 
Segundo o corregedor geral da Câmara, o vereador Gilberto Nascimento, na semana que vem o processo deve ir a plenário e se o relatório for aprovado, aí sim começa a investigação.
 
Só depois de passar pela corregedoria é que a o pedido de cassação volta para o plenário onde serão necessários dois terços dos votos, ou seja 37 vereadores, para Cristófaro perder o mandato.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp