16/03/2022 às 17h12min - Atualizada em 16/03/2022 às 17h12min

Governo de São Paulo vai aplicar quarta dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos a partir do dia 21 de março

Segundo João Doria (PSDB), 900 mil idosos desse grupo estão aptos. Imunização será feita com a vacina que estiver disponível nos postos. Atualmente, quarta dose no país é oferecida apenas a pessoas com imunossupressão.

Redação
O governo do São Paulo vai começar a aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos a partir da próxima segunda-feira (21).
 
O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (16).
 
Atualmente, a chamada quarta dose só é aplicada em pessoas – incluindo adolescentes – com imunossupressão. Ou seja, os grupos com problemas no sistema imunológico.
 
Segundo a gestão estadual, os idosos do novo grupo elegível serão imunizados com qualquer um dos imunizantes disponíveis nos postos de vacinação, ou seja, um dos quatro com aplicação aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): CoronaVac, Pfizer, AstraZeneca ou Janssen.
 
De acordo com o governador João Doria, 900 mil idosos que residem no estado, e que têm mais de 80 anos, estão aptos a receber a imunização de reforço.
 
Para receber a quarta dose, entretanto, é necessário um intervalo mínimo de quatro meses em relação à terceira.
 
Primeiro estado do Brasil a atingir meta da OMS
O estado de São Paulo foi o primeiro a atingir a meta de vacinação estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e registrar mais de 90% da população elegível vacinada com as 2 doses.
 
“Somos o primeiro estado a ter a população com as duas doses elegível, ou seja, aquela acima de 5 anos. Se fossemos um país, seriamos o 3° país do mundo”, afirmou a coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp