13/03/2022 às 16h26min - Atualizada em 13/03/2022 às 16h26min

“Uma das gasolinas mais baratas do mundo é a nossa”, diz Bolsonaro

Segundo consultoria Global Petrol Prices, Venezuela tem a gasolina mais barata.

Redação
Após passar dias criticando a Petrobras por causa do reajuste no preço dos combustíveis, Jair Bolsonaro (PL) afirmou, na noite de sábado (12), em participação por videoconferência do Congresso Brasil Profundo, que a gasolina brasileira é a mais barata do mundo.
 
“Os problemas que temos no momento: temos inflação sim, aumento dos combustíveis, mas isso acontece no mundo todo. Estamos dando o melhor de nós. Quem pesquisa e vê sabe que uma das gasolinas mais baratas do mundo é a nossa. Nós também estamos sofrendo, mas não tanto quanto os povos aí fora”, declarou Bolsonaro.
 
O mandatário do país não apontou em quais dados se baseia para tal informação. Porém, uma das mais importantes consultorias do assunto no mundo mostra um ranking em que o Brasil realmente tem o preço da gasolina abaixo da média mundial.
 
Segundo a consultoria Global Petrol Prices, a Venezuela é o país com o combustível mais barato no mundo, entre 170 países e territórios analisados em seu mais recente relatório semanal, divulgado em 7 de março. De acordo com o mesmo ranking, o Brasil ocupa a 90ª posição, atrás de países como Estados Unidos e Paraguai. Hong Kong é o mais caro. Considerando apenas a gasolina, o país fica em 81º lugar.
 
A gasolina, em média, é vendida a US$ 1,29 no mundo, com base no dia 7 de março. Enquanto isso, no Brasil, a US$ 1,287. Na Venezuela, por exemplo, o valor de um litro é US$ 0,025.
 
A consultoria explica que as diferenças entre os preços da gasolina no mundo devem-se a vários tipos de impostos e subsídios para a gasolina. “Todos os países compram o petróleo nos mercados internacionais pelos mesmos preços, mas impõem diferentes impostos. É por isso que o preço da gasolina a retalho resulta diferente”, explica.
 
O presidente reiterou ter sancionado na noite de sexta-feira (11/3) o projeto de lei que fixa a cobrança de ICMS para combustíveis e zera o PIS/Cofins para diesel, óleo e gás de cozinha.
 
Na última quinta-feira (10), a Petrobras anunciou aumento de 18,8% na gasolina e de 24,9% no diesel nas refinarias, além de 16,1% no gás liquefeito de petróleo (GLP). O reajuste começou a valer na sexta-feira (11).
 
Confira o ranking da gasolina (com base em dólar – US$):
1°. Venezuela – 0,025;
2°. Líbia – 0,032;
3°. Irã – 0,051;
4°. Síria – 0,316;
5°. Argélia – 0,321;
6°. Angola – 0,337;
7°. Kuwait – 0,346;
8°. Rússia – 0,373;
9°. Cazaquistão – 0,400;
10°. Nigéria – 0,400;

90°. Brasil – 1,287;

170°. Honk Kong – 2,831.
 
Fonte: Global Petrol Prices
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp