31/01/2022 às 09h34min - Atualizada em 31/01/2022 às 09h34min

Chuvas deixam 19 mortos, fazem rios transbordarem e alagam cidades no estado de São Paulo

Em Várzea Paulista – SP, cinco pessoas da mesma família morreram. Entre as vítimas, um bebê de um ano.

Redação
As chuvas fortes que atingem São Paulo desde sábado (29) causaram 19 mortes, informou o governador João Doria (PSDB). Do total, sete vítimas são crianças. Ainda segundo o governo paulista, cerca de 500 pessoas estão desalojadas em 11 cidades do estado. Os temporais também causaram deslizamentos de terra, transbordamento de rios e alagamentos. Doria anunciou a liberação de R$ 15 milhões para as cidades afetadas.
 
A situação até o momento, segundo informações do governo de São Paulo e da Defesa Civil:
  • Em Várzea Paulista – SP, cinco pessoas da mesma família morreram após a casa em que moravam ser atingida por um desmoronamento. As vítimas são um casal, um bebê de um ano e duas crianças, uma de 10 e outra de 12 anos; 
  • Em Embu das Artes – SP, três pessoas, também de uma mesma família, morreram após uma casa ser atingida por um deslizamento de terra na madrugada deste domingo. As vítimas são a mãe e dois filhos – uma menina de quatro anos e um rapaz de 21 anos. Quatro pessoas conseguiram escapar; 
  • Em Jaú – SP, um homem de 61 anos morreu afogado após ter a casa invadida pela chuva; 
  • Em Arujá – SP, um homem de 59 anos morreu depois que seu carro ficou submerso; 
  • Em Ribeirão Preto – SP, na noite de sexta-feira (28), um homem de 57 anos foi arrastado pela enxurrada; 
  • Quatro pessoas morreram em Francisco Morato – SP, sendo três crianças e um adolescente; 
  • Quatro pessoas morreram em Franco da Rocha – SP, há ainda seis feridos e quatro desaparecidos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp