24/01/2022 às 09h56min - Atualizada em 24/01/2022 às 09h56min

População de rua em São Paulo – SP cresce 31% na pandemia e dobra em relação a 2015

Atualmente são 31.884 pessoas em situação de rua na capital, sendo que 8.927 disseram viver com ao menos um familiar.

Redação
Praticamente dobrou o número de pessoas que foram parar nas ruas de São Paulo – SP durante a pandemia de Covid-19. De acordo com a gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB), em 2021 havia 31.884 pessoas em situação de rua na capital, sendo que cerca de 8.927 afirmaram viver com ao menos um familiar. Em 2019, eram 4.868. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
 
A população de rua na cidade aumentou 31% em relação ao censo de 2019, feito na pré-pandemia. Em relação a 2015, quando havia 15.905, o número dobrou.
 
Aumentou também a quantidade de pessoas que preferem permanecer nas ruas do que nos abrigos. Em 2019, 52% preferia as calçadas. Em 2021 o percentual é de 60%.
 
“A crise econômica se agravou, o desemprego disparou, a inflação subiu e, nesse período, a política pública da prefeitura para essa população continuou a mesma. Os centros de acolhida não são pensados para as demandas de quem vive na rua”, diz o padre Julio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp