18/12/2019 às 11h48min - Atualizada em 18/12/2019 às 11h48min

Mais pobres são os únicos a perder rendimento no primeiro ano do governo Bolsonaro

Segundo estudo do Ipea, ao todo, 51,8% dos brasileiros mais pobres não tiveram ou perderam rendimentos nos nove primeiros meses do ano.

A parcela da população mais pobre foi a única afetada de forma real, em termos de rendimentos, no primeiro ano de governo Bolsonaro, aponta estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que tem como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e a inflação por classe social medida pelo próprio Ipea.

Ao todo, 51,8% dos brasileiros mais pobres não tiveram ou perderam rendimentos nos nove primeiros meses do ano, aponta reportagem de Carlos Madeiro, no Portal UOL. Cruzados com os dados da PNAD, os dois últimos trimestres registraram queda nos rendimentos entre os mais pobres, de 1,43% e 0,34%, respectivamente. No ano, a queda somada é de 1,67%.

Nas outras cinco faixas de renda, os brasileiros tiveram melhora de rendimentos, com destaque para a classe média da faixa 4, com rendimento mensal entre R$ 4,1 mil e R$ 8,2 mil por domicílio, cuja alta no rendimento nesse período foi de 13,1%.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
;
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp