56 visualizações

Sérgio Cabral entra com pedido de habeas corpus no STF

Depois de ter negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) um pedido contra a transferência para o presídio federal do Mato Grosso do Sul, o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na segunda-feira (30).

 

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho, Sergio Cabral (PMDB) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na segunda-feira (30) contra sua transferência para o presídio federal do Mato Grosso do Sul.

 

Na última sexta-feira (27), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido feito pela defesa de Cabral para que ele não fosse transferido para Campo Grande – MS. A decisão foi dada pela relatora do processo, Maria Thereza de Assis Moura, da 6ª turma do STJ.

 

Caso se confirme a decisão sobre a transferência, Cabral deve ser levado nos próximos dias para a penitenciária federal de segurança máxima.

 

A transferência dele foi solicitada pelo Ministério Público Federal (MPF) após alegação de que o peemedebista teria acesso a “dados privilegiados” no Rio de Janeiro, e aceita pelo juiz Marcelo da Costa Bretas, que cuida dos processos da Lava Jato no Rio.

Depois de ter negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) um pedido contra a transferência para o presídio federal do Mato Grosso do Sul, o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na segunda-feira (30).

 

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho, Sergio Cabral (PMDB) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) na segunda-feira (30) contra sua transferência para o presídio federal do Mato Grosso do Sul.

 

Na última sexta-feira (27), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido feito pela defesa de Cabral para que ele não fosse transferido para Campo Grande – MS. A decisão foi dada pela relatora do processo, Maria Thereza de Assis Moura, da 6ª turma do STJ.

 

Caso se confirme a decisão sobre a transferência, Cabral deve ser levado nos próximos dias para a penitenciária federal de segurança máxima.

 

A transferência dele foi solicitada pelo Ministério Público Federal (MPF) após alegação de que o peemedebista teria acesso a “dados privilegiados” no Rio de Janeiro, e aceita pelo juiz Marcelo da Costa Bretas, que cuida dos processos da Lava Jato no Rio.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]