33 visualizações

Sérgio Cabral é condenado a mais 13 anos de prisão

O ex-governador Sérgio Cabral Filho foi condenado pela terceira vez na Operação Lava Jato, na sexta-feira (20). Desta vez, o juiz Marcelo da Costa Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, o condenou a 13 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Mascate.

 

Somadas as três sentenças, Cabral tem 72 anos de prisão para cumprir, se as penas forem mantidas em outras instâncias. O ex-governador está preso desde novembro do ano passado.

 

As 3 condenações:

Lava Jato em Curitiba – PR: condenado pelo juiz Sérgio Moro a 14 anos de prisão;

Calicute: condenado por Marcelo Bretas a 45 anos de prisão;

Mascate: condenado por Bretas a 13 anos de prisão.

 

Além dele, também foram condenados os operadores de Cabral, Ary Ferreira da Costa Filho, a 9 anos e 4 meses de prisão, e Carlos Miranda, a 12 anos de prisão.

 

Na investigação que levou à sentença da sexta-feira, Cabral foi condenado por 148 crimes de lavagem de dinheiro. Os crimes de lavagem de dinheiro cometidos pela quadrilha foram descobertos a partir de colaboração premiada.

O ex-governador Sérgio Cabral Filho foi condenado pela terceira vez na Operação Lava Jato, na sexta-feira (20). Desta vez, o juiz Marcelo da Costa Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, o condenou a 13 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Mascate.

 

Somadas as três sentenças, Cabral tem 72 anos de prisão para cumprir, se as penas forem mantidas em outras instâncias. O ex-governador está preso desde novembro do ano passado.

 

As 3 condenações:

Lava Jato em Curitiba – PR: condenado pelo juiz Sérgio Moro a 14 anos de prisão;

Calicute: condenado por Marcelo Bretas a 45 anos de prisão;

Mascate: condenado por Bretas a 13 anos de prisão.

 

Além dele, também foram condenados os operadores de Cabral, Ary Ferreira da Costa Filho, a 9 anos e 4 meses de prisão, e Carlos Miranda, a 12 anos de prisão.

 

Na investigação que levou à sentença da sexta-feira, Cabral foi condenado por 148 crimes de lavagem de dinheiro. Os crimes de lavagem de dinheiro cometidos pela quadrilha foram descobertos a partir de colaboração premiada.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]