49 visualizações

“Perplexo”, ministro diz que decisão da Alerj será analisada no STF

O ministro Marco Aurélio Mendes de Farias Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou na sexta-feira (17) ter visto com perplexidade a decisão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) de revogar as prisões dos deputados estaduais Jorge Sayeda Picciani, Paulo César de Melo Sá e Edson Albertassi, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

 

“Estou vendo com perplexidade, agora vamos aguardar os desdobramentos porque acabou um órgão político cassando a decisão de um órgão federal. Isso vai ser julgado fatalmente pelo Supremo, e estou pronto para ouvir os colegas. Colegiado é sempre uma caixa de surpresa, não sei como os colegas vão enfrentar esse tema. É um tema muito delicado”, disse.

 

Acusados de participarem de esquema de corrupção no setor de transportes públicos do Rio de Janeiro, os parlamentares já deixaram a prisão, onde estavam desde a quinta-feira (16).

O ministro Marco Aurélio Mendes de Farias Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou na sexta-feira (17) ter visto com perplexidade a decisão da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) de revogar as prisões dos deputados estaduais Jorge Sayeda Picciani, Paulo César de Melo Sá e Edson Albertassi, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

 

“Estou vendo com perplexidade, agora vamos aguardar os desdobramentos porque acabou um órgão político cassando a decisão de um órgão federal. Isso vai ser julgado fatalmente pelo Supremo, e estou pronto para ouvir os colegas. Colegiado é sempre uma caixa de surpresa, não sei como os colegas vão enfrentar esse tema. É um tema muito delicado”, disse.

 

Acusados de participarem de esquema de corrupção no setor de transportes públicos do Rio de Janeiro, os parlamentares já deixaram a prisão, onde estavam desde a quinta-feira (16).

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]