O Brasil em busca do ouro olímpico… em matemática: Começou a competição dos BRICS

Começou na segunda-feira (16) e vai até o dia 15 de novembro a BRICSMath, a Olimpíada de Matemática do BRICS que deve reunir cerca de 5 milhões de estudantes do ensino fundamental do Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul.

 

De acordo com o Ministério da Educação, a competição é on-line, através da plataforma educacional russa Dragonlearn no site bricsmath.com e vai avaliar os conhecimentos e o raciocínio dos alunos dentro da Matemática.

 

A prova é dividida em duas etapas: a primeira chamada de navegação teste, que acontece de hoje até 31 de outubro e navegação básica, que será realizada de primeiro a 15 de novembro. A primeira etapa tem como objetivo motivar o aluno e fazer com que ele se adapte ao sistema. Já no segundo nível os estudantes vão ter que resolver exercícios em um prazo de uma hora. Todos os estudantes e professores receberão certificados.

 

Jamile Barbosa dos Santos, de 11 anos, está no 5º ano A e estuda na Escola Municipal Francisco Sá Pentecoste, no Ceará. Ela é uma das 3 alunas indicadas e orientadas pelo Professor de Matemática da Escola, Cleiton Brilhante, que concedeu uma entrevista exclusiva à Sputnik Brasil sobre como foi o processo de indicação e a importância desse tipo de competição na formação educacional dos estudantes.

 

“Quando vi o site dessa olimpíada, tivemos a preocupação de inscrever os alunos que gostaram das questões, focadas em raciocínio. Quando falei pra elas que era uma competição que envolvia os países dos BRICS como a Rússia, Índia, China e África do Sul, as meninas ficaram muito motivadas”.

 

Cleiton conta ainda que as alunas estão sendo orientadas a resolver questões além do tradicional, envolvendo raciocínio. “É muito importante que os alunos se acostumem com esse tipo de conteúdo. A integração [com outros países] é algo também muito valioso”.

 

Jamile está ansiosa e confiante pela competição.

 

“Eu espero alcançar uma boa pontuação, eu acho uma ótima oportunidade pra exercitar meus conhecimentos. É uma iniciativa importante para conhecer outras culturas”, conta a menina, que diz estar estudando bastante diariamente com colegas de escola que também participarão. “Sempre tirei notas boas, acho muito importante estudar [matemática]”, completa a menina.

 

Fonte: Sputnik Brasil.

Começou na segunda-feira (16) e vai até o dia 15 de novembro a BRICSMath, a Olimpíada de Matemática do BRICS que deve reunir cerca de 5 milhões de estudantes do ensino fundamental do Brasil, Índia, Rússia, China e África do Sul.

 

De acordo com o Ministério da Educação, a competição é on-line, através da plataforma educacional russa Dragonlearn no site bricsmath.com e vai avaliar os conhecimentos e o raciocínio dos alunos dentro da Matemática.

 

A prova é dividida em duas etapas: a primeira chamada de navegação teste, que acontece de hoje até 31 de outubro e navegação básica, que será realizada de primeiro a 15 de novembro. A primeira etapa tem como objetivo motivar o aluno e fazer com que ele se adapte ao sistema. Já no segundo nível os estudantes vão ter que resolver exercícios em um prazo de uma hora. Todos os estudantes e professores receberão certificados.

 

Jamile Barbosa dos Santos, de 11 anos, está no 5º ano A e estuda na Escola Municipal Francisco Sá Pentecoste, no Ceará. Ela é uma das 3 alunas indicadas e orientadas pelo Professor de Matemática da Escola, Cleiton Brilhante, que concedeu uma entrevista exclusiva à Sputnik Brasil sobre como foi o processo de indicação e a importância desse tipo de competição na formação educacional dos estudantes.

 

“Quando vi o site dessa olimpíada, tivemos a preocupação de inscrever os alunos que gostaram das questões, focadas em raciocínio. Quando falei pra elas que era uma competição que envolvia os países dos BRICS como a Rússia, Índia, China e África do Sul, as meninas ficaram muito motivadas”.

 

Cleiton conta ainda que as alunas estão sendo orientadas a resolver questões além do tradicional, envolvendo raciocínio. “É muito importante que os alunos se acostumem com esse tipo de conteúdo. A integração [com outros países] é algo também muito valioso”.

 

Jamile está ansiosa e confiante pela competição.

 

“Eu espero alcançar uma boa pontuação, eu acho uma ótima oportunidade pra exercitar meus conhecimentos. É uma iniciativa importante para conhecer outras culturas”, conta a menina, que diz estar estudando bastante diariamente com colegas de escola que também participarão. “Sempre tirei notas boas, acho muito importante estudar [matemática]”, completa a menina.

 

Fonte: Sputnik Brasil.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]