MPE cumpre mandados de prisão contra desvio de verbas da saúde em Campinas

O Ministério Público Estadual (MPE), com apoio da Polícia Militar (PM), cumpre na quinta-feira (30), 33 mandados de busca e apreensão e seis de prisão em sete municípios do Estado de São Paulo. Os mandados foram expedidos em inquérito do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), que apura desvio de recursos públicos destinados à saúde.

 

O principal alvo da Operação, segundo o MPE, é a Organização Social Vitale, que administra o Hospital Ouro Verde, um dos principais hospitais públicos de Campinas – SP. Foram feitas buscas na sede da empresa e em órgãos municipais, inclusive a sede da prefeitura.

 

Uma pessoa havia sido presa em Campinas até as 7h40 e ao menos R$ 1 milhão foram encontrados na casa de um dos investigados. Dois carros de luxo, das marcas BMW e Ferrari, foram apreendidos na casa de Fernando Vitor Torres Nogueira Franco em um condomínio de alto padrão na cidade. Ele é ligado à OS Vitale e foi preso. O dinheiro estava na casa de outro investigado.

 

Conforme o GAECO foi apurado que a organização, que não tem fins lucrativos é usada por gestores para obter indevida vantagem patrimonial, com o desvio sistemático de recursos públicos na área de saúde.

 

Há movimentação na sede do MPE em Campinas, para onde estão sendo levados os documentos e materiais apreendidos. Os suspeitos detidos estão sendo levados para a 2ª. Delegacia Seccional de Campinas.

O Ministério Público Estadual (MPE), com apoio da Polícia Militar (PM), cumpre na quinta-feira (30), 33 mandados de busca e apreensão e seis de prisão em sete municípios do Estado de São Paulo. Os mandados foram expedidos em inquérito do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), que apura desvio de recursos públicos destinados à saúde.

 

O principal alvo da Operação, segundo o MPE, é a Organização Social Vitale, que administra o Hospital Ouro Verde, um dos principais hospitais públicos de Campinas – SP. Foram feitas buscas na sede da empresa e em órgãos municipais, inclusive a sede da prefeitura.

 

Uma pessoa havia sido presa em Campinas até as 7h40 e ao menos R$ 1 milhão foram encontrados na casa de um dos investigados. Dois carros de luxo, das marcas BMW e Ferrari, foram apreendidos na casa de Fernando Vitor Torres Nogueira Franco em um condomínio de alto padrão na cidade. Ele é ligado à OS Vitale e foi preso. O dinheiro estava na casa de outro investigado.

 

Conforme o GAECO foi apurado que a organização, que não tem fins lucrativos é usada por gestores para obter indevida vantagem patrimonial, com o desvio sistemático de recursos públicos na área de saúde.

 

Há movimentação na sede do MPE em Campinas, para onde estão sendo levados os documentos e materiais apreendidos. Os suspeitos detidos estão sendo levados para a 2ª. Delegacia Seccional de Campinas.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]