42 visualizações

Geddel Vieira Lima, mãe e irmão são denunciados ao STF

A Procuradoria-Geral da União denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ex-ministro Geddel Quadros Vieira Lima, a mãe do peemedebista, Marluce Quadros Vieira Lima e o irmão, o deputado federal Lúcio Quadros Vieira Lima, pelo caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador – BA, atribuído à família.

 

Além deles, foram denunciados o ex-assessor parlamentar Job Ribeiro Brandão, o ex-diretor da Defesa Civil de Salvador Gustavo Ferraz e o sócio da empresa Cosbat Luiz Fernando Costa Filho. Eles responderão por lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

De acordo com inquérito da Polícia Federal (PF) concluído na semana passada, Geddel, Job, Lúcio e Gustavo “estiveram unidos em unidade de desígnios para a prática de crimes de lavagem de dinheiro, seja pelo ocultamento no apartamento de Marluce Quadros Vieira Lima, seja pelo ocultamento no apartamento da Rua Barão de Loreto, Graça, Salvador/BA, de recursos financeiros em espécie oriundos atividades ilícitas”, praticados contra a Caixa Econômica Federal, contra a Câmara dos Deputados e desviados também de caixa dois de campanhas eleitorais”.

A Procuradoria-Geral da União denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o ex-ministro Geddel Quadros Vieira Lima, a mãe do peemedebista, Marluce Quadros Vieira Lima e o irmão, o deputado federal Lúcio Quadros Vieira Lima, pelo caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador – BA, atribuído à família.

 

Além deles, foram denunciados o ex-assessor parlamentar Job Ribeiro Brandão, o ex-diretor da Defesa Civil de Salvador Gustavo Ferraz e o sócio da empresa Cosbat Luiz Fernando Costa Filho. Eles responderão por lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

De acordo com inquérito da Polícia Federal (PF) concluído na semana passada, Geddel, Job, Lúcio e Gustavo “estiveram unidos em unidade de desígnios para a prática de crimes de lavagem de dinheiro, seja pelo ocultamento no apartamento de Marluce Quadros Vieira Lima, seja pelo ocultamento no apartamento da Rua Barão de Loreto, Graça, Salvador/BA, de recursos financeiros em espécie oriundos atividades ilícitas”, praticados contra a Caixa Econômica Federal, contra a Câmara dos Deputados e desviados também de caixa dois de campanhas eleitorais”.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]