450 visualizações

Ferroviários anunciam greve para 1º de novembro

Caso ocorra a greve seriam afetadas as Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato), Extensão da Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí) e Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra).

 

Os ferroviários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram em assembleia pelo “estado de greve” até dia 31 de outubro e pela greve a partir de zero horado dia 01 de novembro.

 

O motivo, a atitude da CPTM em dificultar um acordo para o PPR 2017. A proposta da CPTM praticamente acaba com o PPR, uma vez que impõe todos os indicadores no cálculo da garantia mínima do prêmio, diferente do acordado nos anos anteriores. O problema é que a maioria desses indicadores não depende da ação dos funcionários.

Caso ocorra a greve seriam afetadas as Linha 7-Rubi (Luz – Francisco Morato), Extensão da Linha 7-Rubi (Francisco Morato – Jundiaí) e Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra).

 

Os ferroviários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) decidiram em assembleia pelo “estado de greve” até dia 31 de outubro e pela greve a partir de zero horado dia 01 de novembro.

 

O motivo, a atitude da CPTM em dificultar um acordo para o PPR 2017. A proposta da CPTM praticamente acaba com o PPR, uma vez que impõe todos os indicadores no cálculo da garantia mínima do prêmio, diferente do acordado nos anos anteriores. O problema é que a maioria desses indicadores não depende da ação dos funcionários.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]