Feriados 2018: veja a lista de pontos facultativos e feriados nacionais

O ano de 2018 terá nove feriados nacionais e cinco pontos facultativos, segundo portaria divulgada na terça-feira (26) pelo Ministério do Planejamento e publicada no Diário Oficial da União (DOU).

 

Segundo o ministério, as datas deverão ser observadas pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo.

 

O calendário não inclui como feriado datas tradicionais como o Carnaval (12 e 13 de fevereiro), que é ponto facultativo, e Corpus Christi (31 de maio), também incluído como ponto facultativo.

 

De acordo com o Ministério do Planejamento, os dias de guarda dos credos e religiões não relacionados na portaria poderão ser compensados, desde que seja autorizado pelo responsável pela unidade administrativa.

 

Feriados

Confira a lista dos feriados nacionais de 2018:

1 de janeiro (segunda-feira): Confraternização Universal

30 de março (sexta-feira): Paixão de Cristo

21 de abril (sábado): Tiradentes

1º de maio (terça-feira): Dia Mundial do Trabalho

7 de setembro (sexta-feira): Independência do Brasil

12 de outubro (sexta-feira): Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro (sexta-feira): Finados

15 de novembro (quinta-feira): Proclamação da República

25 de dezembro (terça-feira): Natal

 

Ponto facultativo

Confira as datas de 2018 em que o ponto será facultativo nas repartições federais:

12 de fevereiro (segunda-feira): Carnaval

13 de fevereiro (terça-feira): Carnaval

14 de fevereiro (quarta-feira): Quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até às 14h)

31 de maio (quinta-feira): Corpus Christi

28 de outubro (domingo): Dia do Servidor Público

O ano de 2018 terá nove feriados nacionais e cinco pontos facultativos, segundo portaria divulgada na terça-feira (26) pelo Ministério do Planejamento e publicada no Diário Oficial da União (DOU).

 

Segundo o ministério, as datas deverão ser observadas pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo.

 

O calendário não inclui como feriado datas tradicionais como o Carnaval (12 e 13 de fevereiro), que é ponto facultativo, e Corpus Christi (31 de maio), também incluído como ponto facultativo.

 

De acordo com o Ministério do Planejamento, os dias de guarda dos credos e religiões não relacionados na portaria poderão ser compensados, desde que seja autorizado pelo responsável pela unidade administrativa.

 

Feriados

Confira a lista dos feriados nacionais de 2018:

1 de janeiro (segunda-feira): Confraternização Universal

30 de março (sexta-feira): Paixão de Cristo

21 de abril (sábado): Tiradentes

1º de maio (terça-feira): Dia Mundial do Trabalho

7 de setembro (sexta-feira): Independência do Brasil

12 de outubro (sexta-feira): Nossa Senhora Aparecida

2 de novembro (sexta-feira): Finados

15 de novembro (quinta-feira): Proclamação da República

25 de dezembro (terça-feira): Natal

 

Ponto facultativo

Confira as datas de 2018 em que o ponto será facultativo nas repartições federais:

12 de fevereiro (segunda-feira): Carnaval

13 de fevereiro (terça-feira): Carnaval

14 de fevereiro (quarta-feira): Quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até às 14h)

31 de maio (quinta-feira): Corpus Christi

28 de outubro (domingo): Dia do Servidor Público

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]