57 visualizações

Em evento do MBL, Doria diz que troca de partido “não está no cardápio”

O prefeito de São Paulo – SP, João Doria Junior (PSDB), disse que uma eventual mudança de partido para concorrer à Presidência “não está no cardápio”.

 

O prefeito compareceu no domingo (24) ao lançamento do livro “Quem é esse moleque para estar na Folha?”, do coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Patroca Kataguiri.

 

Doria disputa com o governador Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, Geraldo Alckmin (PSDB) a candidatura à Presidência pelo partido no ano que vem.

 

Doria negou a existência de uma crise interna no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) devido a suas recentes declarações sobre a candidatura e afirmou que sua relação com Alckmin é “boa e amistosa”. O governador, afirmou, “tem todo o direito [de pleitear a candidatura] pois possui trajetória política e biografia para isso”.

 

Além de Doria, compareceram ao evento de lançamento Orlando Morando Junior (PSDB), prefeito de São Bernardo do Campo – SP, o deputado Marco Antônio Feliciano (PSC) e o vereador Fernando Silva Bispo, Fernando Holiday (DEM), também do MBL.

 

No encontro com Kataguiri, Doria recebeu um exemplar autografado do livro. Na contracapa, Kataguiri escreveu dedicatória “para o futuro presidente da República”.

 

“Eu acredito em Doria presidente e eu vou lutar por isso. Hoje, o MBL está lutando por isso”, disse ele.

 

“Falta a certeza formal que ele será candidato. A partir daí, entraremos de cabeça no apoio, independente do partido”, disse Holiday.

 

“A esquerda passa mal, Kim Kataguiri deputado federal”, fizeram coro os membros do MBL, no encerramento do evento.

O prefeito de São Paulo – SP, João Doria Junior (PSDB), disse que uma eventual mudança de partido para concorrer à Presidência “não está no cardápio”.

 

O prefeito compareceu no domingo (24) ao lançamento do livro “Quem é esse moleque para estar na Folha?”, do coordenador do Movimento Brasil Livre (MBL), Kim Patroca Kataguiri.

 

Doria disputa com o governador Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, Geraldo Alckmin (PSDB) a candidatura à Presidência pelo partido no ano que vem.

 

Doria negou a existência de uma crise interna no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) devido a suas recentes declarações sobre a candidatura e afirmou que sua relação com Alckmin é “boa e amistosa”. O governador, afirmou, “tem todo o direito [de pleitear a candidatura] pois possui trajetória política e biografia para isso”.

 

Além de Doria, compareceram ao evento de lançamento Orlando Morando Junior (PSDB), prefeito de São Bernardo do Campo – SP, o deputado Marco Antônio Feliciano (PSC) e o vereador Fernando Silva Bispo, Fernando Holiday (DEM), também do MBL.

 

No encontro com Kataguiri, Doria recebeu um exemplar autografado do livro. Na contracapa, Kataguiri escreveu dedicatória “para o futuro presidente da República”.

 

“Eu acredito em Doria presidente e eu vou lutar por isso. Hoje, o MBL está lutando por isso”, disse ele.

 

“Falta a certeza formal que ele será candidato. A partir daí, entraremos de cabeça no apoio, independente do partido”, disse Holiday.

 

“A esquerda passa mal, Kim Kataguiri deputado federal”, fizeram coro os membros do MBL, no encerramento do evento.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]