Boliviano é preso por estuprar criança em Mococa; pais deram abrigo a suspeito, diz polícia

Um boliviano de 21 anos foi preso em flagrante na segunda-feira (20) suspeito de estuprar uma menina de 12 anos em Mococa – SP. Os pais da jovem também foram detidos e autuados por corrupção de menores, segundo a Polícia Civil.

 

O delegado José Guilherme Torrens de Camargo contou que o rapaz veio ao Brasil para conhecer a menina e que os pais dela deram abrigo a ele.

 

“Os pais disseram que o acolheram, mas de forma totalmente imprudente na minha opinião. Como se permite que um homem de 21 anos fique com uma menina de 12? Impossível”, afirmou o delegado.

 

A polícia chegou ao caso após receber uma denúncia anônima. O boliviano, que é estudante e mora em Santa Cruz de la Sierra, foi encontrado com a menina na casa dela.

 

Segundo o delegado, o jovem afirmou em depoimento ter mantido relações sexuais com a garota. A menina foi ouvida e confirmou a versão.

 

“O boliviano não só admitiu como gravou imagens. Nós tivemos acesso a elas, imagens tristes. Enfim, ele não tem o que negar”, disse Torrens.

 

A polícia aprendeu pendrives e quatro celulares usados por eles para trocar mensagens.

 

O rapaz foi indiciado por estupro de vulnerável e, de acordo com o delegado, a pena para o crime que é considerado gravíssimo varia de 8 a 15 anos de reclusão.

 

Segundo a polícia, o estudante e a jovem se conheceram pela internet e mantinham contato há cerca de um ano e meio. No dia 12 de novembro, ele foi para Mococa para conhecer a menina e desde então estava dormindo na casa da família.

 

O delegado informou que a menina foi acompanhada pelo Conselho Tutelar e agora está na casa Abrigo do município.

 

O jovem e os pais da garota estão presos na delegacia de Mococa e aguardam a audiência de custódia marcada para esta tarde no Fórum de Mococa. O consulado e a polícia boliviana foram avisados sobre o caso.

 

Ainda segundo o delegado, havia o boato de que a jovem teria sido vendida pela família. “A gente não descarta essa possibilidade, isso vai ser apurado no inquérito policial. Acho pouco provável, o que eu entendo é que ele se envolveu com ela e andou mais de dois mil quilômetros de ônibus para encontrar a menina e ter relação sexual com a mesma”, declarou Torrens.

Um boliviano de 21 anos foi preso em flagrante na segunda-feira (20) suspeito de estuprar uma menina de 12 anos em Mococa – SP. Os pais da jovem também foram detidos e autuados por corrupção de menores, segundo a Polícia Civil.

 

O delegado José Guilherme Torrens de Camargo contou que o rapaz veio ao Brasil para conhecer a menina e que os pais dela deram abrigo a ele.

 

“Os pais disseram que o acolheram, mas de forma totalmente imprudente na minha opinião. Como se permite que um homem de 21 anos fique com uma menina de 12? Impossível”, afirmou o delegado.

 

A polícia chegou ao caso após receber uma denúncia anônima. O boliviano, que é estudante e mora em Santa Cruz de la Sierra, foi encontrado com a menina na casa dela.

 

Segundo o delegado, o jovem afirmou em depoimento ter mantido relações sexuais com a garota. A menina foi ouvida e confirmou a versão.

 

“O boliviano não só admitiu como gravou imagens. Nós tivemos acesso a elas, imagens tristes. Enfim, ele não tem o que negar”, disse Torrens.

 

A polícia aprendeu pendrives e quatro celulares usados por eles para trocar mensagens.

 

O rapaz foi indiciado por estupro de vulnerável e, de acordo com o delegado, a pena para o crime que é considerado gravíssimo varia de 8 a 15 anos de reclusão.

 

Segundo a polícia, o estudante e a jovem se conheceram pela internet e mantinham contato há cerca de um ano e meio. No dia 12 de novembro, ele foi para Mococa para conhecer a menina e desde então estava dormindo na casa da família.

 

O delegado informou que a menina foi acompanhada pelo Conselho Tutelar e agora está na casa Abrigo do município.

 

O jovem e os pais da garota estão presos na delegacia de Mococa e aguardam a audiência de custódia marcada para esta tarde no Fórum de Mococa. O consulado e a polícia boliviana foram avisados sobre o caso.

 

Ainda segundo o delegado, havia o boato de que a jovem teria sido vendida pela família. “A gente não descarta essa possibilidade, isso vai ser apurado no inquérito policial. Acho pouco provável, o que eu entendo é que ele se envolveu com ela e andou mais de dois mil quilômetros de ônibus para encontrar a menina e ter relação sexual com a mesma”, declarou Torrens.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]