Alckmin diz que “prévia não divide, prévia escolhe”

Após o prefeito de Manaus – AM, Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto (PSDB), ter enviado uma carta cobrando prévias no partido para definir o candidato à Presidência da República, o governador de São Paulo e presidente do partido Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, Geraldo Alckmin (PSDB) negou um “racha” na legenda. Alckmin disse na terça-feira (26) que “prévia não divide, prévia escolhe”. Os dois postulam ao cargo de candidato a presidente em 2018.

 

“Prévia não divide, prévia escolhe. Você pode escolher em um ambiente mais restrito e você pode escolher em um universo maior. Quanto mais você amplia e escuta, menos você erra mais você acerta”, disse. “As democracias, os partidos, não podem ser cartório. Eles precisam dar exemplo de vida democrática”.

 

Questionado sobre possível desunião entre tucanos, Alckmin minimizou. “Olha, eu me lembro de uma matéria da imprensa sobre a prévia na capital. Chama tucanocídio político. O resultado do tucanocídio foi vitória no primeiro turno”, afirmou o governador, em referência à vitória de João Agripino da Costa Doria Junior, João Doria (PSDB) à Prefeitura de São Paulo – SP no ano passado.

 

No dia 11, Arthur Virgílio escreveu uma carta pedindo que Alckmin acabe com o “disse-me-disse” sobre prévias. Questionado sobre as críticas de Virgílio na terça-feira, o governador disse somente que tem “grande apreço” pelo colega de partido.

Após o prefeito de Manaus – AM, Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto (PSDB), ter enviado uma carta cobrando prévias no partido para definir o candidato à Presidência da República, o governador de São Paulo e presidente do partido Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, Geraldo Alckmin (PSDB) negou um “racha” na legenda. Alckmin disse na terça-feira (26) que “prévia não divide, prévia escolhe”. Os dois postulam ao cargo de candidato a presidente em 2018.

 

“Prévia não divide, prévia escolhe. Você pode escolher em um ambiente mais restrito e você pode escolher em um universo maior. Quanto mais você amplia e escuta, menos você erra mais você acerta”, disse. “As democracias, os partidos, não podem ser cartório. Eles precisam dar exemplo de vida democrática”.

 

Questionado sobre possível desunião entre tucanos, Alckmin minimizou. “Olha, eu me lembro de uma matéria da imprensa sobre a prévia na capital. Chama tucanocídio político. O resultado do tucanocídio foi vitória no primeiro turno”, afirmou o governador, em referência à vitória de João Agripino da Costa Doria Junior, João Doria (PSDB) à Prefeitura de São Paulo – SP no ano passado.

 

No dia 11, Arthur Virgílio escreveu uma carta pedindo que Alckmin acabe com o “disse-me-disse” sobre prévias. Questionado sobre as críticas de Virgílio na terça-feira, o governador disse somente que tem “grande apreço” pelo colega de partido.

Posts Recentes: Popular Mais

Sobe para 18 os mortos em acidente com ônibus que levava universitários em SP

Subiu para 18 o número de mortos em um grave acidente com um ônibus da Companhia União Litoral, que capotou na noite de quarta-feira (8) na Rodovia Mogi-Bertioga. Havia pelo menos 46 pessoas a bordo. Segundo informações dos bombeiros e da Polícia Civil, o motorista está entre os mortos e 31 pessoas ficaram feridas.   […]

Guilherme Campos (PSD) é nomeado presidente dos Correios

O presidente Michel Temer (PMDB) nomeou Guilherme Campos Júnior (PSD) para exercer o cargo de presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), conforme decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) da quinta-feira (9). Campos substituirá Giovanni Correa Queiroz, que foi exonerado ainda por Dilma Rousseff, em maio, na semana de seu afastamento […]